Páginas

SUFOCADO DE TRISTEZA

Hoje,
acordei meio tonto.

Afogado nas saudades.

Sufocado de tristezas.
Torturado por lembranças raras.

Hoje, 

este amanhecer

só me fez lembrar você

P0328.2012.12
Copyright © 2012 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

SOMBRAS DA NOITE

Estremeci!
Balancei! Mas não caí.

Continuo por aí
esperando a chance
de ser feliz

Disputando um lugar
ao sol e esquivando-me
nas sombras da noite

P0316.2012.11
Copyright © 2012 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

NAU DA ESPERANÇA

Eternas paisagens
esmaecidas no ceticismo da alma...

Solidão oculta
no burburinho das festas
que rasgam o silêncio adormecido
no meu interior...

Frios pingos de chuva,
caídos do céu dos meus pensamentos,
entoam serenatas que amenizam
a descrença na Paz
e torna escorregadio o cais
onde os navios da esperança
não conseguem atracar
e permanecem  fundeados
na baía angustiante
dos meus versos tortos

P0179.2008.05
Copyright © 2008 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

O SONHO ACABOU


O sonho acabou...
Aquilo que parecia ser
uma grande história de amor,
transformou-se na mais triste desilusão

Simplesmente o sonho acabou...

Restaram apenas vagas lembranças do teu olhar...

fracos odores do teu perfume...

pequenos resquícios dos teus beijos...

singelos momentos de prazer...

fortes recordações da tua insensatez

O sonho acabou...
Estou tirando você da minha vida
E, aos poucos, libertando o meu coração

Amanhã, lavarei a minha alma
e deixarei escoar pelo ralo
toda a impureza dos teus falsos sentimentos
que ainda esta impregnada no meu ser

O sonho acabou, querida
Acordei de um imenso pesadelo
e, finalmente, voltarei a viver

P0139.2007.08
Copyright © 2007 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

DESPEDIDA


Estou partindo não pergunte pra onde vou
Nem mesmo eu sei para onde caminhar
Quero esquecer o sentimento que acabou
Quero poder uma nova vida começar

Vou recompor a minha vida, vou em frente
Você bem sabe nosso amor chegou ao fim
Nossos caminhos seguem rumos diferentes
Não conseguimos replantar o nosso jardim

Neste momento no meu peito corre um pranto
Ao relembrar que um dia eu te amei tanto
Ao relembrar todo o carinho que eu te dei

Agora vou em busca de uma nova vida
Levo no peito toda a angústia da partida
Mas não esqueço que um dia eu te amei
 

P0086.2007.03
Copyright © 2007 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››