Páginas

VARRENDO A SOLIDÃO

Caminho em passos lentos
porque muito já corri e nada fiz...
pouco aprendi. Muito sofri...

Só acumulei no peito
solidão e tristeza,
mas não trago mágoas no meu coração

Por já não ter lágrimas,
levo a minha vida com sorrisos largos
porque já chorei demais

Apesar de ter a alma solitária,
sigo o meu destino e vou caminhando
pela minha estrada sem ressentimentos
vivendo os bons momentos que a vida me trás

Por isso vou seguindo e com meus passos lentos
vou pisando firme pelo mundo afora.
Chego de manhã e a noite vou embora
plantando sementes de amor e paz
varrendo a solidão
e as desilusões deixando pra trás

Assim vou seguindo
sempre em passos lentos
e com sorrisos largos
trilho o meu caminho
cantando sozinho
guiado por DEUS
em busca de PAZ

P0153.2007.10
Copyright © 2007 by Magno R Almeida