Páginas

APENAS UM DESABAFO


Encalhado nos mares fétidos desta imensa podridão na qual se transformou o cenário político nacional, luto contra as ondas que teimam em passar por mim, deixado-me, como um náufrago, sem barco, a espera do ataque corrupto dos tubarões.

Enquanto isso, governantes "pinocchianos" e políticos imbecis, apoiados por imbecis políticos, surfam, impunes, nas ondas dos mares da desonestidade, desafiando a inteligência do povo e estuprando a dignidade dos cidadãos de bem.

Até quando?


P0100.2007.05
Copyright © 2007 by Magno R Almeida 


N.B.: Minha indignação ao saber do possível retorno da CPMF.


Não sei o que foi meu avô. Estou muito mais interessado em saber o que será meu neto.
(Abraham Lincoln)



Continue Lendo... ››

PARTIDA E CHEGADA

Quando observamos, na praia, um veleiro a afastar-se da costa, navegando mar adentro, impelido pela brisa matinal, estamos diante de um espetáculo de beleza rara.

O barco, impulsionado pela força dos ventos, vai ganhando o mar azul e nos parece cada vez menor.

Não demora muito e só podemos contemplar um pequeno ponto branco na linha remota e indecisa, onde o mar e o céu se encontram.

Quem observa o veleiro sumir na linha do horizonte, certamente exclamará: - "Já se foi". Terá sumido? Evaporado? Não, certamente. Apenas o perdemos de vista.

O barco continua do mesmo tamanho e com a mesma capacidade que tinha quando estava próximo de nós. Continua tão capaz, quanto antes, de levar ao porto de destino as cargas recebidas. O veleiro não evaporou, apenas não o podemos mais ver. Mas ele continua o mesmo. E talvez, no exato instante em que alguém diz: - "Já se foi", haverá outras vozes, mais além, a afirmar: - "Lá vem o veleiro".

Assim é a morte. Quando o veleiro parte, levando a preciosa carga de um amor que nos foi caro e o vemos sumir na linha que separa o visível do invisível dizemos: - "Já se foi". Terá sumido? Evaporado? Não, certamente. Apenas o perdemos de vista.

O ser que amamos continua o mesmo. Sua capacidade mental não se perdeu. Suas conquistas seguem intactas, da mesma forma que quando estava ao nosso lado. Conserva o mesmo afeto que nutria por nós.

Nada se perde, a não ser o corpo físico de que não mais necessita no outro lado. E é assim que, no mesmo instante em que dizemos: - "Já se foi", no mais além, outro alguém dirá feliz: - "Já esta chegando".

Chegou ao destino levando consigo as aquisições feitas durante a viagem terrena. A vida jamais se interrompe nem oferece mudanças espetaculares, pois a natureza não dá saltos. Cada um leva sua carga de vícios e virtudes, de afetos e desafetos, até que se resolva por desfazer-se do que julgar desnecessário.

A vida é feita de partidas e chegadas. De idas e vindas.

Assim, o que para uns parece ser a partida, para outros é a chegada.

Um dia partimos do mundo espiritual na direção do mundo fisico; noutro partimos daqui para o espiritual, num constante ir e vir, como viajores da imortalidade que somos todos nós.

Victor Hugo
Continue Lendo... ››

MEU VELHO E SAUDOSO PAI

Hoje,
Entre o canto dos pássaros e a chegada do sol
Que aos poucos vai descortinando este lindo céu azul,
acordo pensando em você e vejo o dia transformar-se
Numa imensa canção de saudade

Relembro o passado e tento preencher,
Com doces recordações, o vazio que ficou no meu peito
Desde aquele fatídico dia em que você partiu para nunca mais voltar

Hoje,
Eu daria tudo para que você estivesse ao me lado

Nunca pensei que um dia eu sentiria tanto a sua falta...
Nunca imaginei que um dia a sua ausência fosse deixar-me
Tão deprimido como eu me sinto agora

Certamente você, também, nunca imaginou que um dia,
Com toda a minha independência, eu iria sentir-me assim,
Tão impotente pela sua ausência

Hoje,
O que eu mais queria era sentar-me ao teu lado,
Dar-te um abraço apertado e como um inocente menino,
Encostar a cabeça em teu peito e te desejar um feliz dia dos pais
Mas eu tenho plena consciência de que não posso realizar este desejo

Mesmo assim, com o peito transbordando de saudades,
Rogo a Deus que te mantenha num lugar bem especial
Até o dia do nosso reencontro

Hoje, meu pai, o que eu mais queria era ter você ao meu lado...

Feliz dia dos pais, meu velho, onde quer que você esteja!

P0138.2007.08


Copyright © 2007 by Magno R Almeida 

Continue Lendo... ››

Mulher Guarda Rancor?

Esta é a prova de que mulher não guarda rancor!!!!!

Após um longo período de doença, a mulher morre e chega aos portões do Céu.

Enquanto aguardava São Pedro, ela espiou pelas grades e viu seus pais, amigos e todos que haviam partido antes dela, sentados à mesa, apreciando um maravilhoso banquete.

Quando São Pedro chegou, ela comentou:

- Que lugar lindo! Como faço para entrar?

- Eu vou falar uma palavra. Se você soletrá-la corretamente na primeira vez você entra, se errar vai direto para o inferno.

- Ok. Qual é a palavra?

- AMOR, respondeu São Pedro.

- A - M - O - R - Ela soletrou perfeitamente, e de primeira, e passou pelos portões.

Cerca de um ano depois, São Pedro pediu que ela vigiasse os portões aquele dia.

Para surpresa dela, o marido apareceu.

- Oi! Que surpresa! - disse ela - Como você esta?

- Ah, fiquei muito bem desde que você morreu. Casei-me com aquela bela enfermeira que cuidou de você, recebi seu seguro de vida e fiquei milionário. Vendi a casa onde vivíamos e comprei uma mansão. Eu e minha linda esposa viajamos por todo o mundo. Estávamos de férias e hoje resolvi esquiar. Caí, o esqui bateu na minha cabeça e aqui estou. E agora, como faço para entrar, querida?

- Bem, aqui tem uma regra pra entrar: Eu vou falar uma palavra. Se você soletrá-la corretamente na primeira vez, você entra, senão vai direto para o inferno.

- Tá ótimo, meu amor, qual é a palavra?

- "ARNOLD SCHWARZENEGGER"...

Obs.: Desconheço o autor
Continue Lendo... ››

O HOMEM E A MULHER - Victor Hugo

O homem é a mais elevada das criaturas;
A mulher é o mais sublime dos ideais.

O homem é o cérebro; 
A mulher é o coração.
O cérebro fabrica a luz;
O coração, o AMOR.

A luz fecunda, o amor ressuscita.

O homem é forte pela razão;
A mulher é invencível pelas lágrimas.
A razão convence, as lágrimas comovem.

O homem é capaz de todos os heroísmos;
A mulher, de todos os martírios.
O heroísmo enobrece, o martírio sublima.

O homem é um código;
A mulher é um evangelho.
O código corrige; o evangelho aperfeiçoa.

O homem é um templo; 
A mulher é o sacrário.
Ante o templo nos descobrimos;
Ante o sacrário nos ajoelhamos.

O homem pensa; 
A mulher sonha.
Pensar é ter , no crânio, uma larva;
Sonhar é ter , na fronte, uma auréola.

O homem é um oceano; 
A mulher é um lago.
O oceano tem a pérola que adorna;
O lago, a poesia que deslumbra.

O homem é a águia que voa;
A mulher é o rouxinol que canta.
Voar é dominar o espaço;
Cantar é conquistar a alma.

Enfim, 
o homem está colocado onde termina a terra;
A mulher, onde começa o céu.


Victor Hugo
Continue Lendo... ››

A Flor Rara

Havia uma jovem muito rica, que tinha tudo: um marido maravilhoso, filhos perfeitos, um emprego que lhe pagava muitíssimo bem, uma família muito unida.

O estranho é que ela não conseguia conciliar tudo isso, o trabalho e os afazeres lhe ocupavam todo o tempo e a sua vida estava deficitária em algumas áreas.

Se o trabalho lhe consumia muito tempo, ela tirava dos filhos, se surgiam problemas, ela deixava de lado o marido... E assim, as pessoas que ela amava eram sempre deixadas para depois. Até que um dia, seu pai, um homem muito sábio, lhe deu um presente: uma flor muito cara e raríssima, da qual havia apenas um exemplar em todo o mundo.

E disse a ela:

- Filha, esta flor vai te ajudar muito mais do que você imagina! Você terá apenas que regá-la e podá-la de vez em quando, ás vezes conversar um pouquinho com ela, e ela te dará em troca esse perfume maravilhoso e essas lindas flores.

A jovem ficou muito emocionada, afinal a flor era de uma beleza sem igual.

Mas o tempo foi passando, os problemas surgiam, o trabalho consumia todo o seu tempo, e a sua vida, que continuava confusa, não lhe permitia cuidar da flor.

Ela chegava em casa, olhava a flor e as flores que ainda estavam lá e não mostravam sinal de fraqueza ou morte, apenas estavam lá, lindas, perfumadas.

Então ela passava direto. Até que um dia, sem mais nem menos, a flor morreu.

Ela chegou em casa e levou um susto! Estava completamente morta, suas raízes estavam
ressecadas, suas flores caídas e suas folhas amarelas.

A jovem chorou muito, e contou a seu pai o que havia acontecido.

Seu pai então respondeu:

- Eu já imaginava que isso aconteceria, e eu não posso te dar outra flor, porque não existe outra igual a essa, ela era única, assim como seus filhos, seu marido e sua família. Todos são bênçãos que o Senhor te deu, mas você tem que aprender a regá-los, podá-los e dar atenção a eles, pois assim como a flor, os sentimentos também morrem. Você se acostumou a ver a flor sempre lá, sempre florida, sempre perfumada, e se esqueceu de cuidar dela. Cuide das pessoas que você ama!

E você?
Tem cuidado das bênçãos que Deus tem lhe dado?
Lembre-se da flor, pois como ela são as bênçãos do Senhor:

Ele nos dá, mas nós é que temos que cuidar delas.

Pense nisso

Desconheço o autor
Continue Lendo... ››

A Bagagem

Quando você começa a viagem pela vida, você tem apenas uma mala pequenina de mão.

A medida em que os anos vão passando, a bagagem vai aumentando porque existem muitas coisas que você vai recolhendo pelo caminho, pensando que são importantes.

Num determinado ponto deste caminho você percebe que começa a ficar insuportável carregar tantas coisas, pesa demais, então você pode escolher :

Ficar sentado a beira do caminho, esperando que alguém o ajude a carregar esse peso até que seus dias acabem (o que é difícil, pois todos que passarem por ali já terão sua própria bagagem) ou aliviar o peso, arrumando a mala e jogando fora o que não presta. É difícil? Não sabe como fazer? Vamos lá. Vou tentar te ajudar.

Vejamos o que tem dentro:
Amor, Amizade ... nossa! Tem bastante, mas não pesa. Deixa ficar...
Isso aqui ta muito pesado, o que é?. Puxa, puxa mais...Êpa isso é Raiva. Joga fora.

E aquele saco horrível ali no canto, é o que? Caramba!!! Incompreensão, Medo, Pessimismo...que horror...muito pesado. Joga fora.
Cuidado! Esse aí é o Desânimo...puxa logo senão ele te prende dentro da mala...isso, joga fora também.

Olha!!! Que beleza!!! Quanto Sorriso!!! Eles estavam sufocados no fundo da bagagem. Olha só como a Felicidade respirou aliviada. Tira a Tristeza e joga fora. Coloca a Paciência no lugar dela...você vai precisar muito. É isso aí...a bagagem ta quase pronta.

Naquele cantinho, acomoda a Força, a Esperança, a Coragem, o Entusiasmo, o Equilíbrio, a Responsabilidade, a Tolerância e o bom e velho amigo Humor. Eles vão te ajudar muito nessa longa caminhada. Você vai precisar deles diariamente.

Agora para terminar, tire a Preocupação também. Depois você pensa o que vai fazer com ela.
Muito bem! A sua bagagem está pronta. Viu como foi rápido e fácil! Agora, por favor, pense bem no que você vai colocar aí dentro de novo, heim !
E não esqueça de fazer essa arrumação várias vezes, pois o caminho é MUITO LONGO. Agora é contigo.

BOA VIAGEM!!!

Desconheço o autor
Caso alguém saiba por favor queira informar para que seja atribuído o necessário crédito de autoria ou a retirada do texto.
Continue Lendo... ››

O Trem da Vida

"Há algum tempo atrás, li um livro que comparava a vida a uma viagem de trem. Uma leitura extremamente interessante, quando bem interpretada.

Isso mesmo, a vida não passa de uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques e grandes tristezas em outros.

Quando nascemos, entramos nesse trem e nos deparamos com algumas pessoas que julgamos, estarão sempre nessa viagem conosco : nossos pais. Infelizmente, isso não é verdade; em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos de seu carinho, amizade e companhia insubstituível... mas isso não impede que, durante a viagem, pessoas interessantes e que virão a ser super especiais para nós, embarquem.

Chegam nossos irmãos, amigos e amores maravilhosos.

Muitas pessoas tomam esse trem apenas a passeio. Outros encontrarão nessa viagem somente tristezas. Ainda outros circularão pelo trem, prontos a ajudar a quem precisa. Muitos descem e deixam saudades eternas, outros tantos passam por ele de uma forma que, quando desocupam seu acento, ninguém nem sequer percebe.

Curioso é constatar que alguns passageiros que nos são tão caros, acomodam-se em vagões diferentes dos nossos; portanto, somos obrigados a fazer esse trajeto separados deles, o que não impede, é claro, que durante o trajeto, atravessemos com grande dificuldade nosso vagão e cheguemos até eles... só que, infelizmente, jamais poderemos sentar ao seu lado, pois já terá alguém ocupando aquele lugar.

Não importa, é assim a viagem, cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas... porém, jamais, retornos. Façamos essa viagem, então, da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com todos os passageiros, procurando, em cada um deles, o que tiverem de melhor, lembrando, sempre, que, em algum momento do trajeto, eles poderão fraquejar e, provavelmente, precisaremos entender porque nós também fraquejaremos muitas vezes e, com certeza, haverá alguém que nos entenderá.

O grande mistério, afinal, é que jamais saberemos em qual parada desceremos, muito menos nossos companheiros, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado.

Eu fico pensando se quando descer desse trem sentirei saudades ... acredito que sim. Me separar de alguns amigos que fiz nele será, no mínimo dolorido. Deixar meus filhos continuarem a viagem sozinhos, com certeza será muito triste, mas me agarro na esperança que, em algum momento, estarei na estação principal e terei a grande emoção de vê-los chegar com uma bagagem que não tinham quando embarcaram... e o que vai me deixar feliz, será pensar que eu colaborei para que ela tenha crescido e se tornado valiosa.

Amigos, façamos com que a nossa estada, nesse trem, seja tranqüila, que tenha valido a pena e que, quando chegar a hora de desembarcarmos, o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem a viagem."

Silvana Duboc
Continue Lendo... ››

Camisola Histórica

Depois de 25 anos de casamento a mulher resolveu tentar resgatar o interesse do marido e vestiu a mesma camisola que usou na noite de Núpcias.

- Amo-or! - sussurrou ela, com voz "lânguida"

- Hum! - responde o cara sem qualquer interesse

- Lembra dessa camisola?

O marido tirou o olho do jornal e disse:

- Sim. É a camisola que você usou na nossa lua de mel! Por quê?

- E você lembra do que me disse naquela noite, quando me viu com essa camisola?

- Sim, lembro! - respondeu o marido - Eu disse: "Você está maravilhosa nessa camisola, Clarice! Quero transar com você até te deixar ACABADA!!!"

- E agora, depois de tantos anos, o que você tem a dizer?

O marido olhou a esposa de cima a baixo e disse, sem pestanejar:

- Missão cumprida !!!

Desconheço o autor
Continue Lendo... ››