Páginas

ENCEFALOPATIA

Acordo e sinto-me um tanto preguiçoso...

é inverno...
manhã fria...

Ligo o meu pensamento...
Ouço um “click”...

Fecho os olhos e trinco os dentes
tentando morder minha mente
para sangrar todas as lembranças
que ainda restam de ti

P0216.2008.07
Copyright © 2008 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

Gestão Empresarial - Situação 1


Um rapaz vai a uma farmácia, pede três preservativos e comenta com o farmacêutico:

Minha namorada me convidou para jantar esta noite na casa dela. A irmã da minha namorada é muito gostosa, vive cruzando as pernas na minha frente. Acho que também quer me dar...Alem disso, a mãe dela também é boa pra caramba e vive se insinuando, deve ser mal comida,  e como eu hoje vou jantar lá na casa delas...sabe como é...papo vai, papo vem...quem sabe?

O farmacêutico nada fala e o rapaz vai, alegre e satisfeito, para a casa da namorada. Na hora do jantar, o rapaz está sentado à mesa com a namorada ao lado, a mãe e a irmã à frente.  Neste instante entra o pai da namorada. O rapaz baixa imediatamente a cabeça, une as mãos e começa a rezar:

Senhor, abençoa estes alimentos, blá...blá...blá...Passa-se um minuto e o rapaz continua a oração. Passam-se mais cinco minutos e o jovem continua orando. Todos se entreolham surpreendidos, e a namorada lhe diz ao ouvido: Meu amor, não sabia que eras tão religioso...

E eu não sabia que o teu pai era farmacêutico! Responde o rapaz

Conclusão:
Não comente os planos estratégicos da sua empresa com desconhecidos, porque essa inconfidência pode destruir a sua própria organização. 

Desconheço o autor
Continue Lendo... ››

DESABAFOS

Fim de tarde...
Tarefa concluída...
Corpo cansado...
Alma lavada...
Mente perdida
Coração pulsante
Esperança morta
Saudade viva
Angústia solta
Lágrima contida
Pranto sufocado
Grito abafado
Sombra escondida
Sonho desfeito
Desilusão sofrida
Que vida sem Vida!

P0104.2007.06

Copyright © 2007 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

FASES DO HOMEM

Amigo preste atenção
nesse cordel de humor
ele mostra que a vida
de todo homem é um horror
comparado aos animais
o homem é um "faz não faz"
preste atenção, por favor

Quando está com quinze anos
o homem se torna sacana
desenha na palma da mão
a deusa grega Diana
não pode ver um buraco
é a “idade do macaco”
só quer descascar banana

Vai levando a vida assim
amando Diana sozinho
mas quando faz vinte e um
começa a mudar o caminho
não quer mais comer alfafa
é a “idade da girafa”
só pensa em comer brotinho

Aos trinta já está pensando
que de tudo já conhece
só pensa na “perseguida”
quando dorme e amanhece
pula que nem canguru
é a “idade do urubu”
come tudo o que aparece

Mas quando chega aos quarenta
escolhe o que quer comer
está na “idade da águia”
curte mais o seu viver
não liga pra concorrência
faz tudo com paciência
só come o que dá prazer

Com cinqüenta ele começa
por a boca no trombone
se gaba do que já fez
quer provar que é muito homem
olha tudo de soslaio
é a “idade do papagaio”
fala muito e pouco come

Aos sessenta fica doido
quando vê uma calcinha
seu coração dispara
fica a pensar na bundinha
faz logo papel de bobo
se veste na pele de lobo
e vai comer a vovozinha

Aos setenta fica triste
ao lembrar que foi macaco
descascou muita banana
hoje é tatu no buraco
seu “bilau” triste também
virou “gato de armazém”
e dorme em cima do saco

Quando chega aos oitenta
não sabe pra onde ir
passa o dia de pijama
só quer saber de dormir
esquece até o amor
ta na “idade do condor”
dói aqui e dói ali

Depois dessa idade ele fica
esperando a hora chegar
briga com todo mundo
não consegue se abaixar
mija se leva um tombo
vive igualzinho a um pombo
cagando em qualquer lugar

Isso é o que o povo fala
na linguagem popular
mas comigo é diferente
eu não sou de amarelar
to na fase dos cinqüenta
e quando chegar aos oitenta
Viagra de cem vou tomar

P0232.2008.07
Copyright © 2008 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

" PLAGIANDO DRUMMOND "

Carlos beijava Pedro e
Pedro namorava Eduardo
que era apaixonado por Felipe
que não tinha namorado.

Carlos foi presidir um
grupo GLS,
Pedro morreu de Aids,
Eduardo escafedeu-se
e Felipe foi dividir um apartamento
com sua irmã Adriana que,
apesar de ser lésbica,
nada tem a ver com esta história.


Conclusão:
A ociosidade e a falta de inspiração leva qualquer um a escrever um monte de besteiras.

P0168.2008.04
Copyright © 2008 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

DOIS PRA LÁ...DOIS PRA CÁ

Cambaleante,
pela estrada do caos,
sigo embriagado por sonhos
não realizados...

Para espantar o ócio
tento cantar um "Funk"...
Um "Hip Hop" talvez...

Quem sabe um samba?
ou uma brega sertaneja?

Ah! Se minha vida
fosse um tango de Gardel
ou um bolero cantado
pela doce voz de Elis
talvez a estrada do caos
fosse apenas pura
imaginação do meu ser

"Dois pra lá...Dois pra Cá"

Nota do autor:
Inspirado na canção de João Bosco e Aldir Blanc (Dois pra lá...Dois pra cá)

P0178.2008.06
Copyright © 2008 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

ACORDA JOÃO!

Acorda João!
O mundo te chama!
Os vampiros do poder
querem o teu sangue

Levanta homem!
Pega o teu chapéu!

Teu filho chora,
tua mulher implora
e com fé pede a Deus
um lenitivo de paz
que possa abrandar
a cólera do teu algoz

Acorda João!
A vida é cruel!
A classe dominante
reclama o teu suor

O poder insano dos governantes
manipula a tua razão,
esmaga teus sentimentos,
deflora teus ideais
e sequer ouve os teus gritos

Acorda João!
Os lacaios do poder
querem te matar
Os soldados do "Rei" estão chegando
Tua única chance é brigar
Pega o Título de Eleitor
E vai lutar!

P0218.2008.07
Copyright © 2008 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

FANTASMAS DA SOLIDÃO

Fantasmas da solidão
circulam em minha volta,
voam pelo teto e pousam nas paredes...

Vestidos de branco,
não mostram as feições,
apenas gracejam e tentam fazer-me sorrir

Invadem a minha retina
e penetram em minha alma,
aprisionando a minha mente e dominando os
meus pensamentos

Induzem-me a sonhos
nos quais encontro resquícios de saudades
perdidos num álbum de recordações
que guarda lembranças daqueles que já se foram
e outros que não foram,
mas que jamais voltarão.

Fantasmas da solidão...
Sufocam o meu pranto,
enxugam as minhas lágrimas,
abafam os meus gritos

Não andam nem pulam
Bailam graciosamente,
levitando e sorrindo,
tentando fazer-me sorrir

E eu aqui,
de frente para o monitor,
com as mãos no teclado
relembrando o passado,
no aconchego da saudade,
tentando escrever meus versos tortos

Eu e os Fantasmas da Solidão...

P0088.2007.04
Copyright © 2007 by Magno R Almeida 
Continue Lendo... ››

LONGE DOS MEUS PENSAMENTOS

Tão longe estive dos meus pensamentos
Que já não sei escrever poesias
Mas senti falta daqueles momentos
Dos versos tortos que eu escrevia

Mesmo não sendo um craque na escrita
Vou rabiscar meus versos novamente
Não vou deixar a minha alma aflita
Mesmo que o verso seja inconsistente

Com minha pena passo a limpo a vida
Deixo minh'alma no papel despida
Sem me importar com o que vão dizer

No meu conceito a poesia acalma
Relaxa o corpo e acaricia a alma
Por isso então voltei a escrever

P0172.2008.05
Copyright © 2008 by Magno R Almeida 
Continue Lendo... ››

Bruno e Breno

Bruno e Breno formavam um lindo casal gay apaixonadíssimo. Eles se adoravam, tinham bons empregos, viviam juntos em um belo apartamento... Enfim, eram muito felizes.

Certo dia, Breno estava de folga e ficou em casa, enquanto Bruno foi trabalhar. Breno, então, resolve fazer uma linda surpresa para o seu amado.Enquanto Bruno estava no trabalho, Breno foi a procura de um especialista em tatuagens e mandou tatuar duas letras bês (B) enormes, uma em cada nádega. No lado esquerdo, a letra inicial de Breno; no lado direito, a letra inicial de Bruno. Breno achou que isso seria uma prova inequívoca de seu amor por Bruno, pois as iniciais do casal ficariam para sempre gravadas em sua bunda.

Feliz, com as duas letras "B" tatuadas na bunda, uma em cada lado, Breno voltou pra casa, no final da tarde, com a intenção de fazer a surpresa para Bruno. Breno então foi para o quarto, tirou a roupa e, na hora em que ouviu o barulho de Bruno entrando em casa, ficou de quatro em cima da cama, com a bunda tatuada voltada para a porta do quarto, numa posição quase que ginecológica.

Bruno então entrou no quarto, viu aquela bunda tatuada virada pra ele e parou, estupefato, mal acreditando no que via.

Breno, sorrindo, perguntou?

- E aí, amor, gostou?

E Bruno, sem conseguir conter uma lágrima que descia pelo seu rosto, soluçando, limitou-se a perguntar:

- QUEM É BOB, SEU TRAIDOR?

Continue Lendo... ››

A Freira e a Loira


Uma freira estava andando pela rua quando de repente uma loira lhe ofereceu carona.

Muito agradecida, ela aceitou e entrou no carro. Uma reluzente Ferrari vermelha com estofado de couro.

- Que belo carro a senhora tem! Comentou a irmã

- Deve ter trabalhado ardentemente para tê-lo comprado, não é mesmo?

- Não foi bem assim não, Irmã ! Respondeu a loira

- Na verdade eu ganhei de um empresário que dormiu comigo por um tempo!
A freira fica calada. Então, olha para o banco traseiro e vê um belo casaco de vison.
- O seu casaco de peles é muito bonito! Deve ter custado uma fortuna, hein?
- Na verdade não me custou muito. Ganhei por causa de algumas noites que eu passei com um jogador de futebol.
Então a freira não falou mais nada durante toda a viagem. Chegando ao convento ela foi pro quarto e de repente alguém bate na porta.
- Quem é?
- Sou eu! O Padre Osvaldo, querida!
- Vai prá puta que pariu, você e suas balinhas de menta!
Continue Lendo... ››

LOUCURA

"Cadê você, loucura, que um dia me convenceu a ser o que nunca fui e que jamais serei?
Será que estás no consultório do Analista que sempre me deixa em dúvida se o verdadeiro paciente é Ele ou Eu!?"

P0109.2007.06
Copyright © 2007 by Magno R Almeida 
Continue Lendo... ››

PENSANDO NA VIDA




Às vezes somos invadidos por uma solidão

tão grande que nos faz pensar que somos
uns fracassados ou injustiçados;

Às vezes nos damos conta que sentimos
tanta saudade de alguém que nos dá vontade
de tirar este alguém do nosso pensamento
e abraça-lo de verdade para sentir o seu calor;

Às vezes nos intimidamos com as barreiras que
a vida nos impõe e até esquecemos que existem
caminhos alternativos que nos levarão ao nosso destino;

Às vezes nos encantamos com as aparências
e, mais tarde, percebemos que elas apenas nos
enganam e nos decepcionam;

Às vezes corremos tanto atrás de riquezas
materiais que esquecemos de regar
as flores que enriquecem a vida;

Às vezes deixamos de sorrir
tornando o nosso dia cada vez mais escuro.

Nessas horas, precisamos buscar um grande sorriso
para alegrar o nosso coração e para entendermos
que temos apenas uma vida com vários momentos que devem
ser adoçados na medida certa para que a felicidade nos encontre.

Precisamos, nesses momentos, ter absoluta consciência
de que o melhor futuro será, sempre, edificado sobre um passado esquecido.

Precisamos entender que ser feliz não é ter o melhor de tudo.

Ser feliz é usufruir o melhor de tudo que encontramos pelo caminho
e para isso é necessário despejar no abismo do esquecimento todas as
dores e fracassos do passado.

Não existe escuridão que possa esconder, de nossa alma,
o lado positivo das coisas impedindo o nosso caminhar pela vida.

Pense nisso!

P0111.2007.06
Copyright © 2007 by Magno R Almeida 
Continue Lendo... ››

APENAS UM DESABAFO


Encalhado nos mares fétidos desta imensa podridão na qual se transformou o cenário político nacional, luto contra as ondas que teimam em passar por mim, deixado-me, como um náufrago, sem barco, a espera do ataque corrupto dos tubarões.

Enquanto isso, governantes "pinocchianos" e políticos imbecis, apoiados por imbecis políticos, surfam, impunes, nas ondas dos mares da desonestidade, desafiando a inteligência do povo e estuprando a dignidade dos cidadãos de bem.

Até quando?


P0100.2007.05
Copyright © 2007 by Magno R Almeida 


N.B.: Minha indignação ao saber do possível retorno da CPMF.


Não sei o que foi meu avô. Estou muito mais interessado em saber o que será meu neto.
(Abraham Lincoln)



Continue Lendo... ››

PARTIDA E CHEGADA

Quando observamos, na praia, um veleiro a afastar-se da costa, navegando mar adentro, impelido pela brisa matinal, estamos diante de um espetáculo de beleza rara.

O barco, impulsionado pela força dos ventos, vai ganhando o mar azul e nos parece cada vez menor.

Não demora muito e só podemos contemplar um pequeno ponto branco na linha remota e indecisa, onde o mar e o céu se encontram.

Quem observa o veleiro sumir na linha do horizonte, certamente exclamará: - "Já se foi". Terá sumido? Evaporado? Não, certamente. Apenas o perdemos de vista.

O barco continua do mesmo tamanho e com a mesma capacidade que tinha quando estava próximo de nós. Continua tão capaz, quanto antes, de levar ao porto de destino as cargas recebidas. O veleiro não evaporou, apenas não o podemos mais ver. Mas ele continua o mesmo. E talvez, no exato instante em que alguém diz: - "Já se foi", haverá outras vozes, mais além, a afirmar: - "Lá vem o veleiro".

Assim é a morte. Quando o veleiro parte, levando a preciosa carga de um amor que nos foi caro e o vemos sumir na linha que separa o visível do invisível dizemos: - "Já se foi". Terá sumido? Evaporado? Não, certamente. Apenas o perdemos de vista.

O ser que amamos continua o mesmo. Sua capacidade mental não se perdeu. Suas conquistas seguem intactas, da mesma forma que quando estava ao nosso lado. Conserva o mesmo afeto que nutria por nós.

Nada se perde, a não ser o corpo físico de que não mais necessita no outro lado. E é assim que, no mesmo instante em que dizemos: - "Já se foi", no mais além, outro alguém dirá feliz: - "Já esta chegando".

Chegou ao destino levando consigo as aquisições feitas durante a viagem terrena. A vida jamais se interrompe nem oferece mudanças espetaculares, pois a natureza não dá saltos. Cada um leva sua carga de vícios e virtudes, de afetos e desafetos, até que se resolva por desfazer-se do que julgar desnecessário.

A vida é feita de partidas e chegadas. De idas e vindas.

Assim, o que para uns parece ser a partida, para outros é a chegada.

Um dia partimos do mundo espiritual na direção do mundo fisico; noutro partimos daqui para o espiritual, num constante ir e vir, como viajores da imortalidade que somos todos nós.

Victor Hugo
Continue Lendo... ››

MEU VELHO E SAUDOSO PAI

Hoje,
Entre o canto dos pássaros e a chegada do sol
Que aos poucos vai descortinando este lindo céu azul,
acordo pensando em você e vejo o dia transformar-se
Numa imensa canção de saudade

Relembro o passado e tento preencher,
Com doces recordações, o vazio que ficou no meu peito
Desde aquele fatídico dia em que você partiu para nunca mais voltar

Hoje,
Eu daria tudo para que você estivesse ao me lado

Nunca pensei que um dia eu sentiria tanto a sua falta...
Nunca imaginei que um dia a sua ausência fosse deixar-me
Tão deprimido como eu me sinto agora

Certamente você, também, nunca imaginou que um dia,
Com toda a minha independência, eu iria sentir-me assim,
Tão impotente pela sua ausência

Hoje,
O que eu mais queria era sentar-me ao teu lado,
Dar-te um abraço apertado e como um inocente menino,
Encostar a cabeça em teu peito e te desejar um feliz dia dos pais
Mas eu tenho plena consciência de que não posso realizar este desejo

Mesmo assim, com o peito transbordando de saudades,
Rogo a Deus que te mantenha num lugar bem especial
Até o dia do nosso reencontro

Hoje, meu pai, o que eu mais queria era ter você ao meu lado...

Feliz dia dos pais, meu velho, onde quer que você esteja!

P0138.2007.08


Copyright © 2007 by Magno R Almeida 

Continue Lendo... ››

Mulher Guarda Rancor?

Esta é a prova de que mulher não guarda rancor!!!!!

Após um longo período de doença, a mulher morre e chega aos portões do Céu.

Enquanto aguardava São Pedro, ela espiou pelas grades e viu seus pais, amigos e todos que haviam partido antes dela, sentados à mesa, apreciando um maravilhoso banquete.

Quando São Pedro chegou, ela comentou:

- Que lugar lindo! Como faço para entrar?

- Eu vou falar uma palavra. Se você soletrá-la corretamente na primeira vez você entra, se errar vai direto para o inferno.

- Ok. Qual é a palavra?

- AMOR, respondeu São Pedro.

- A - M - O - R - Ela soletrou perfeitamente, e de primeira, e passou pelos portões.

Cerca de um ano depois, São Pedro pediu que ela vigiasse os portões aquele dia.

Para surpresa dela, o marido apareceu.

- Oi! Que surpresa! - disse ela - Como você esta?

- Ah, fiquei muito bem desde que você morreu. Casei-me com aquela bela enfermeira que cuidou de você, recebi seu seguro de vida e fiquei milionário. Vendi a casa onde vivíamos e comprei uma mansão. Eu e minha linda esposa viajamos por todo o mundo. Estávamos de férias e hoje resolvi esquiar. Caí, o esqui bateu na minha cabeça e aqui estou. E agora, como faço para entrar, querida?

- Bem, aqui tem uma regra pra entrar: Eu vou falar uma palavra. Se você soletrá-la corretamente na primeira vez, você entra, senão vai direto para o inferno.

- Tá ótimo, meu amor, qual é a palavra?

- "ARNOLD SCHWARZENEGGER"...

Obs.: Desconheço o autor
Continue Lendo... ››

O HOMEM E A MULHER - Victor Hugo

O homem é a mais elevada das criaturas;
A mulher é o mais sublime dos ideais.

O homem é o cérebro; 
A mulher é o coração.
O cérebro fabrica a luz;
O coração, o AMOR.

A luz fecunda, o amor ressuscita.

O homem é forte pela razão;
A mulher é invencível pelas lágrimas.
A razão convence, as lágrimas comovem.

O homem é capaz de todos os heroísmos;
A mulher, de todos os martírios.
O heroísmo enobrece, o martírio sublima.

O homem é um código;
A mulher é um evangelho.
O código corrige; o evangelho aperfeiçoa.

O homem é um templo; 
A mulher é o sacrário.
Ante o templo nos descobrimos;
Ante o sacrário nos ajoelhamos.

O homem pensa; 
A mulher sonha.
Pensar é ter , no crânio, uma larva;
Sonhar é ter , na fronte, uma auréola.

O homem é um oceano; 
A mulher é um lago.
O oceano tem a pérola que adorna;
O lago, a poesia que deslumbra.

O homem é a águia que voa;
A mulher é o rouxinol que canta.
Voar é dominar o espaço;
Cantar é conquistar a alma.

Enfim, 
o homem está colocado onde termina a terra;
A mulher, onde começa o céu.


Victor Hugo
Continue Lendo... ››

A Flor Rara

Havia uma jovem muito rica, que tinha tudo: um marido maravilhoso, filhos perfeitos, um emprego que lhe pagava muitíssimo bem, uma família muito unida.

O estranho é que ela não conseguia conciliar tudo isso, o trabalho e os afazeres lhe ocupavam todo o tempo e a sua vida estava deficitária em algumas áreas.

Se o trabalho lhe consumia muito tempo, ela tirava dos filhos, se surgiam problemas, ela deixava de lado o marido... E assim, as pessoas que ela amava eram sempre deixadas para depois. Até que um dia, seu pai, um homem muito sábio, lhe deu um presente: uma flor muito cara e raríssima, da qual havia apenas um exemplar em todo o mundo.

E disse a ela:

- Filha, esta flor vai te ajudar muito mais do que você imagina! Você terá apenas que regá-la e podá-la de vez em quando, ás vezes conversar um pouquinho com ela, e ela te dará em troca esse perfume maravilhoso e essas lindas flores.

A jovem ficou muito emocionada, afinal a flor era de uma beleza sem igual.

Mas o tempo foi passando, os problemas surgiam, o trabalho consumia todo o seu tempo, e a sua vida, que continuava confusa, não lhe permitia cuidar da flor.

Ela chegava em casa, olhava a flor e as flores que ainda estavam lá e não mostravam sinal de fraqueza ou morte, apenas estavam lá, lindas, perfumadas.

Então ela passava direto. Até que um dia, sem mais nem menos, a flor morreu.

Ela chegou em casa e levou um susto! Estava completamente morta, suas raízes estavam
ressecadas, suas flores caídas e suas folhas amarelas.

A jovem chorou muito, e contou a seu pai o que havia acontecido.

Seu pai então respondeu:

- Eu já imaginava que isso aconteceria, e eu não posso te dar outra flor, porque não existe outra igual a essa, ela era única, assim como seus filhos, seu marido e sua família. Todos são bênçãos que o Senhor te deu, mas você tem que aprender a regá-los, podá-los e dar atenção a eles, pois assim como a flor, os sentimentos também morrem. Você se acostumou a ver a flor sempre lá, sempre florida, sempre perfumada, e se esqueceu de cuidar dela. Cuide das pessoas que você ama!

E você?
Tem cuidado das bênçãos que Deus tem lhe dado?
Lembre-se da flor, pois como ela são as bênçãos do Senhor:

Ele nos dá, mas nós é que temos que cuidar delas.

Pense nisso

Desconheço o autor
Continue Lendo... ››

A Bagagem

Quando você começa a viagem pela vida, você tem apenas uma mala pequenina de mão.

A medida em que os anos vão passando, a bagagem vai aumentando porque existem muitas coisas que você vai recolhendo pelo caminho, pensando que são importantes.

Num determinado ponto deste caminho você percebe que começa a ficar insuportável carregar tantas coisas, pesa demais, então você pode escolher :

Ficar sentado a beira do caminho, esperando que alguém o ajude a carregar esse peso até que seus dias acabem (o que é difícil, pois todos que passarem por ali já terão sua própria bagagem) ou aliviar o peso, arrumando a mala e jogando fora o que não presta. É difícil? Não sabe como fazer? Vamos lá. Vou tentar te ajudar.

Vejamos o que tem dentro:
Amor, Amizade ... nossa! Tem bastante, mas não pesa. Deixa ficar...
Isso aqui ta muito pesado, o que é?. Puxa, puxa mais...Êpa isso é Raiva. Joga fora.

E aquele saco horrível ali no canto, é o que? Caramba!!! Incompreensão, Medo, Pessimismo...que horror...muito pesado. Joga fora.
Cuidado! Esse aí é o Desânimo...puxa logo senão ele te prende dentro da mala...isso, joga fora também.

Olha!!! Que beleza!!! Quanto Sorriso!!! Eles estavam sufocados no fundo da bagagem. Olha só como a Felicidade respirou aliviada. Tira a Tristeza e joga fora. Coloca a Paciência no lugar dela...você vai precisar muito. É isso aí...a bagagem ta quase pronta.

Naquele cantinho, acomoda a Força, a Esperança, a Coragem, o Entusiasmo, o Equilíbrio, a Responsabilidade, a Tolerância e o bom e velho amigo Humor. Eles vão te ajudar muito nessa longa caminhada. Você vai precisar deles diariamente.

Agora para terminar, tire a Preocupação também. Depois você pensa o que vai fazer com ela.
Muito bem! A sua bagagem está pronta. Viu como foi rápido e fácil! Agora, por favor, pense bem no que você vai colocar aí dentro de novo, heim !
E não esqueça de fazer essa arrumação várias vezes, pois o caminho é MUITO LONGO. Agora é contigo.

BOA VIAGEM!!!

Desconheço o autor
Caso alguém saiba por favor queira informar para que seja atribuído o necessário crédito de autoria ou a retirada do texto.
Continue Lendo... ››

O Trem da Vida

"Há algum tempo atrás, li um livro que comparava a vida a uma viagem de trem. Uma leitura extremamente interessante, quando bem interpretada.

Isso mesmo, a vida não passa de uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques e grandes tristezas em outros.

Quando nascemos, entramos nesse trem e nos deparamos com algumas pessoas que julgamos, estarão sempre nessa viagem conosco : nossos pais. Infelizmente, isso não é verdade; em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos de seu carinho, amizade e companhia insubstituível... mas isso não impede que, durante a viagem, pessoas interessantes e que virão a ser super especiais para nós, embarquem.

Chegam nossos irmãos, amigos e amores maravilhosos.

Muitas pessoas tomam esse trem apenas a passeio. Outros encontrarão nessa viagem somente tristezas. Ainda outros circularão pelo trem, prontos a ajudar a quem precisa. Muitos descem e deixam saudades eternas, outros tantos passam por ele de uma forma que, quando desocupam seu acento, ninguém nem sequer percebe.

Curioso é constatar que alguns passageiros que nos são tão caros, acomodam-se em vagões diferentes dos nossos; portanto, somos obrigados a fazer esse trajeto separados deles, o que não impede, é claro, que durante o trajeto, atravessemos com grande dificuldade nosso vagão e cheguemos até eles... só que, infelizmente, jamais poderemos sentar ao seu lado, pois já terá alguém ocupando aquele lugar.

Não importa, é assim a viagem, cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas... porém, jamais, retornos. Façamos essa viagem, então, da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com todos os passageiros, procurando, em cada um deles, o que tiverem de melhor, lembrando, sempre, que, em algum momento do trajeto, eles poderão fraquejar e, provavelmente, precisaremos entender porque nós também fraquejaremos muitas vezes e, com certeza, haverá alguém que nos entenderá.

O grande mistério, afinal, é que jamais saberemos em qual parada desceremos, muito menos nossos companheiros, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado.

Eu fico pensando se quando descer desse trem sentirei saudades ... acredito que sim. Me separar de alguns amigos que fiz nele será, no mínimo dolorido. Deixar meus filhos continuarem a viagem sozinhos, com certeza será muito triste, mas me agarro na esperança que, em algum momento, estarei na estação principal e terei a grande emoção de vê-los chegar com uma bagagem que não tinham quando embarcaram... e o que vai me deixar feliz, será pensar que eu colaborei para que ela tenha crescido e se tornado valiosa.

Amigos, façamos com que a nossa estada, nesse trem, seja tranqüila, que tenha valido a pena e que, quando chegar a hora de desembarcarmos, o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem a viagem."

Silvana Duboc
Continue Lendo... ››

Camisola Histórica

Depois de 25 anos de casamento a mulher resolveu tentar resgatar o interesse do marido e vestiu a mesma camisola que usou na noite de Núpcias.

- Amo-or! - sussurrou ela, com voz "lânguida"

- Hum! - responde o cara sem qualquer interesse

- Lembra dessa camisola?

O marido tirou o olho do jornal e disse:

- Sim. É a camisola que você usou na nossa lua de mel! Por quê?

- E você lembra do que me disse naquela noite, quando me viu com essa camisola?

- Sim, lembro! - respondeu o marido - Eu disse: "Você está maravilhosa nessa camisola, Clarice! Quero transar com você até te deixar ACABADA!!!"

- E agora, depois de tantos anos, o que você tem a dizer?

O marido olhou a esposa de cima a baixo e disse, sem pestanejar:

- Missão cumprida !!!

Desconheço o autor
Continue Lendo... ››

AH! SE EU FOSSE POETA

Eu queria escrever
um poema falando do amor
que um dia espero ter

Mas no universo
das minhas palavras
tropeço e não encontro
aquelas que possam traduzir
os mais lindos sonhos de amor
que ao teu lado quero ter

Recorro aos céus
e tento encontrar na imensidão
do infinito estrelado
a inspiração dos poetas
para falar deste amor
que eu tanto quero ter

Mas como não sou poeta
não consigo encontrar
palavras que possam rimar
com todos os meus sentimentos

Então,
perco-me nos meus momentos
e fico a pensar
o que vou escrever
para falar deste amor
que um dia espero ter

Enquanto isso...

Rabisco o papel,
acendo um cigarro
e continuo esperando...

O que?
O amor ou a inspiração?
É difícil responder!
Vamos ver o que vai acontecer...

P102.2007.06
Copyright © 2007 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

ANGÚSTIA NOTURNA

 Noite angustiante.
As idéias somem do pensamento...
As letras somem do teclado...

A fumaça do cigarro
esvai-se mais depressa

A nicotina mistura-se
com o aroma do conhaque

O meu protetor de tela diz:
Vai dormir, maluco! São 2:09h!

Tento ser obediente,
mas a insônia não deixa...

Vejo minha alma crucificada
na cruz das incertezas
enquanto a solidão transita
esguia pelo ambiente
e paira sobre a minha cabeça
arrebatando o que resta
dos meus pensamentos

Assim,
as horas vão passando
no tic-tac cadenciado do relógio
nesta angústia noturna...

P0120.2007.07
Copyright © 2007 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

DECIFRA-ME OUTRA VEZ

Eu nasci de uma lágrima...
Sou a essência de uma ausência
docemente sentida ou
fortemente sofrida.

Sou o elo partido
de uma paixão desvairada e
o vinho perdido
de um cálice trincado.

Eu sou a tempestade de areia
e o sol ardente do
impiedoso deserto da alma.

Eu sou a escuridão
das noites sombrias e o vazio que
ocupa os corações sofridos.

Eu sou as chamas
de um incêndio que devora e
vivo dos olhos nevoentos de quem chora.

Dizem que ao mundo vim para ser boa
e para dar do meu sangue a quem queira.

Eu sou a SAUDADE.
Tua eterna companheira,
que punge, consola e perdoa.

P0064.2007.01
Copyright © 2007 by Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

CAROLINA - Machado de Assis

Carolina
Querida, ao pé do leito derradeiro
Em que descansas dessa longa vida,
Aqui venho e virei, pobre querida,
Trazer-te o coração do companheiro.

Pulsa-lhe aquele afeto verdadeiro
Que, a despeito de toda a humana lida,
Fez a nossa existência apetecida
E num recanto pôs o mundo inteiro.

Trago-te flores - restos arrancados
Da terra que nos viu passar unidos
E ora mortos nos deixa e separados.

Que eu, se tenho nos olhos malferidos
Pensamentos de vida formulados,
São pensamentos idos e vividos.


Continue Lendo... ››

PSICOLOGIA DE UM VENCIDO - Augusto dos Anjos

Eu, filho do carbono e do amoníaco,
Monstro de escuridão e rutilância,
Sofro, desde a epigênesis da infância,
A influência má dos signos do zodíaco.

Profundíssimamente hipocondríaco,
Este ambiente me causa repugnância...
Sobe-me à boca uma ânsia análoga à ânsia
Que se escapa da boca de um cardíaco.

Já o verme — este operário das ruínas —
Que o sangue podre das carnificinas
Come, e à vida em geral declara guerra,

Anda a espreitar meus olhos para roê-los,
E há-de deixar-me apenas os cabelos,
Na frialdade inorgânica da terra!


Continue Lendo... ››

Jogue fora suas Batatas

Um professor pediu aos alunos que levassem sacolas com batatas para sala de aula.

Solicitou que separassem uma batata para cada pessoa que os magoara ou que de alguma forma os fizera sofrer.

Pediu, também, que escrevessem o nome da pessoa na batata e a colocassem dentro da sacola.
Eles começaram a pensar, e foram lembrando uma a uma....
Algumas sacolas ficaram muito pesadas.

A tarefa seguinte consistia em, durante uma semana, carregar consigo a sacola com as batatas para onde quer que fossem.

Com o tempo as batatas foram deteriorando.
Era um incômodo carregar a sacola o tempo todo e ainda sentir seu mau cheiro.

Além disso, a preocupação em não esquecê-la em algum lugar fazia com que deixassem de prestar atenção em outras coisas que eram importantes para eles.

E foi assim que os alunos entenderam a lição de que carregar mágoas é tão ruim quanto carregar batatas.

Quando damos importância aos problemas não resolvidos ou às promessas não cumpridas, nossos pensamentos enchem-se de mágoa, aumentando o stress e roubando nossa alegria.

Perdoar e deixar estes sentimentos irem embora é a única forma de trazer de volta a paz e a calma.

Vamos lá jogue suas batatas fora e sorria.

Autor desconhecido
Continue Lendo... ››

O Dinheiro

Com dinheiro podemos comprar:

* uma cama, mas não os sonhos;
* livros, mas não cultura;
* comida, mas não apetite;
* adornos, mas não beleza;
* uma casa, mas não um lar;
* remédios, mas não saúde;
* luxos, mas não simpatia;
* diversões, mas não felicidade;
* um crucifixo, mas não um Salvador.
* uma igreja, mas não o paraíso;

Lembre-se:
tudo que o dinheiro não é capaz de comprar,
Deus nos dá de graça.

Desconheço o autor
Continue Lendo... ››

Cuidado com os Advogados

Um advogado andava em alta velocidade pela cidade com seu BMW quando foi parado pelo guarda de trânsito.

- O senhor estava além da velocidade permitida, por favor a sua habilitação.
- Está vencida.
- O documento do carro.
- Não tenho. O carro não é meu.
- O senhor por favor abra o porta luvas.
- Não posso, dentro dele tem um revólver que usei para roubar este carro.
- Abra o porta malas! - diz o guarda já um tanto irritado.
- Ficou louco, cara! Na mala está o corpo da dona deste carro, que eu matei no assalto.

O guarda vendo-se diante das circunstâncias resolve chamar seu superior.

Chegando ao local o superior dirige-se ao advogado:

- Habilitação e documento do carro por favor!
- Está aqui senhor, como vê o carro está no meu nome e a habilitação está regular.
- Abra o porta luvas!
- Pois não, senhor. Como vê, só tem alguns papéis.
- Abra o porta malas!
- Certo, aqui está... como vê está vazio.

Um tanto constrangido o Superior fala para o motorista:

- Deve estar acontecendo algum equívoco, o meu subordinado disse que o senhor não tinha habilitação, que o carro tinha sido roubado com um revólver que estava no porta luvas e que o corpo da vítima estava no porta malas.

- Meus Deus!!! Só falta agora esse sacana dizer que eu estava em alta velocidade!

Desconheço o autor.
Continue Lendo... ››

Alegria e Tristeza

Marido e mulher estavam dividindo uma garrafa de um bom vinho quando ele disse:

- Aposto como você não é capaz de dizer algo que me deixe alegre e triste ao mesmo tempo

A mulher respondeu, na bucha:

- Seu pênis é maior que o do compadre Antônio
Continue Lendo... ››

FOGÃO! O GLORIOSO!


O Botafogo é um time vencedor
Nossa torcida é fiel e apaixonada
Mesmo perdendo: "ninguém cala o nosso amor!"
Cantamos juntos sacudindo a arquibancada

A nossa Estrela Solitária abençoada
Faz nosso time lutar sempre com amor
O Botafogo é um time vencedor
Nossa torcida é fiel e apaixonada

Oh! Glorioso! Ninguém cala o nosso amor!
Teu hino é uma poesia declamada
Tuas vitórias conquistadas com louvor
Faz a torcida exclamar extasiada:
O Botafogo é um time vencedor!

P0167.2008.03
© Magno R Almeida
Continue Lendo... ››

A Parte Mais Importante do Corpo


Quando eu era muito jovem, minha mãe me perguntou qual era a parte
mais importante do corpo?
Eu achava que o som era muito importante para nós, seres humanos, então eu disse:

- Minhas orelhas, mãe.

-Não, disse ela. Muitas pessoas são surdas...

Mas continue pensando sobre este assunto.
Em outra oportunidade eu volto a lhe perguntar.
Algum tempo se passou até que minha mãe perguntou outra vez.
Eu havia pensado bastante e imaginava ter encontrado a resposta correta.
Assim, desta vez eu lhe disse:

- Mãe, a visão é muito importante para todos, então devem ser nossos olhos.

Ela me olhou e disse:

- Você está aprendendo rápido, mas a resposta ainda não está correta, porque
há muitas pessoas que são cegas...

Eu havia errado outra vez!
Continuei minha busca por conhecimento ao longo do tempo. Minha mãe voltou
ao assunto várias vezes, mas a cada resposta minha, ela retrucava:

- Não... Mas você está ficando mais esperta a cada ano.

Então, um dia, meu avô morreu.
Todos estavam tristes. Todos choravam.
Até mesmo meu pai, que eu nunca havia visto chorar.
Minha mãe olhou para mim quando fui dar o meu adeus ao vovô, e me perguntou:

- Você já sabe qual a parte do corpo mais importante?

Fiquei um tanto chocada por ela me fazer a pergunta justamente naquele momento.
Sempre achei que era apenas um jogo entre nos duas.

- Hoje é o dia em que você necessita aprender esta importante lição , disse ela.

Ela me olhou de um jeito que só uma mãe pode fazer e falou:

- Minha querida, a parte do corpo mais importante são seus ombros.

Intrigada, perguntei:

- Porque eles sustentam minha cabeça?

- Não, respondeu ela, é porque podem apoiar a cabeça de um amigo
ou de alguém amado quando eles choram.
Todos precisam de um ombro para chorar em algum momento de sua vida.
Naquela ocasião eu descobri qual a parte do corpo mais importante.
Descobri, também, a importância de ser " simpático " à dor dos outros.
Porque, naquela hora, quem precisou de um ombro fui eu.

- Eu espero que você tenha bastante amor e amigos, e que seus ombros
estejam sempre à disposição quando alguém precisar, disse minha mãe.

Sempre que recordo este fato, lembro da seguinte citação:

"As pessoas esquecerão do que você disse... esquecerão do que você fez...
mas as pessoas nunca esquecerão do que você as fez sentir."
"Os bons amigos são como estrelas...
Você nem sempre as vê, mas sabe que sempre estão lá".

"O homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável,

mas há um amigo mais chegado do que um irmão."
Provérbios 18:24


Autor desconhecido
Continue Lendo... ››

Vovô nem está tão Velho

Uma tarde o neto conversava com seu avô sobre os acontecimentos e, de repente, perguntou:

- Quantos anos você tem, vovô?

E o avô respondeu:
- Bem, deixa-me pensar um pouco...
Nasci antes da televisão, das vacinas contra a pólio, comidas congeladas, foto copiadora, lentes de contacto
e pílula anticoncepcional.

Não existiam radares, cartões de crédito, raio laser nem patins on-line. Não se havia inventado ar condicionado, lavadora, secadoras (as roupas simplesmente secavam ao vento).

O homem nem havia chegado à lua, "gay" era uma palavra inglesa que significava uma pessoa contente,  alegre e divertida, não homossexual. Das lésbicas, nunca havíamos ouvido falar e rapazes não usavam piercings.Nasci antes do computador, duplas carreiras universitárias e terapias de grupo.

Até completar 25 anos, chamava cada homem de "senhor" e cada mulher de "senhora" ou "senhorita".

No meu tempo, virgindade não produzia câncer. Ensinaram-nos a diferenciar o bem do mal, a ser  responsáveis pelos nossos actos.

Acreditávamos que "comida rápida" era o que a gente comia quando estava com pressa e ter um bom relacionamento, era dar-se bem com os primos e amigos.

Tempo compartilhado, significava que a família compartilhava férias juntos. Não se conhecia telefones sem fio e muito menos celulares. Nunca havíamos ouvido falar de música estereofônica, rádios FM, fitas K-7, CDs, DVDs, máquinas de escrever eléctricas, calculadoras (nem as mecânicas quanto mais as portáteis).

"Notebook" era um livreto de anotações. Aos relógios se dava corda a cada dia. Não existia nada digital, nem relógios nem indicadores com números luminosos dos marcadores de jogos, nem as máquinas.

Falando em máquinas, não existiam cafeteiras automáticas, microondas nem rádio-relógios-despertadores.
Para não falar dos videocassetes, ou das filmadoras de vídeo. As fotos não eram instantâneas e nem coloridas. Havia somente em branco e preto e a revelação demorava mais de três dias. As de cores não existiam e quando apareceram, sua revelação era muito cara e demorada.

Se em algo lêssemos "Made in Japan", não se considerava de má qualidade e não existia "Made in Korea",
nem "Made in Taiwan", nem "Made in China". Não se havia ouvido falar de "Pizza Hut", "McDonald's", nem de café instantâneo.

Havia casas onde se comprava coisas por 5 e 10 centavos. Os sorvetes, as passagens de ônibus e os refrigerantes, tudo custava 10 centavos.

No meu tempo, meu neto, "erva" era algo que se cortava e não se fumava.

"Hardware" era uma ferramenta e "software" não existia. Fomos a última geração que acreditou que uma senhora precisavade um marido para ter um filho.

Agora me diga, meu neto querido, quantos anos você acha que eu tenho?

- Hiii... vovô.. mais de 200! Falou o neto.

- Não, querido, somente 58!

Autor desconhecido
Continue Lendo... ››

Bêbados & Cia

Difícil Escalada
Dois bêbados cambaleavam ao longo da linha do trem, aparentemente na mesma órbita:
- Pô, essa escadaria não acaba nunca!
- Isso não é nada. O que cansa é este corrimão baixo.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Porta Errada
O bêbado entra na igreja, agarra o sacristão pelo braço e grita:
- Me vê uma pinga!
- Aqui não vendemos pinga, senhor!
- Então, me dá um conhaque!
- Também não temos conhaque!
- Como não tem? Que raio de bar é esse?
- Isso aqui não é um bar, é uma igreja!
- Ah... Então me dá um São Raphael!
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O Batismo
Ritual de batismo. O pastor afunda a cabeça do fiel dentro de um tonel cheio d'água e pergunta:
- Você viu Jesus?
- Sim! responde o fiel.
- Aleluia, irmãos! gritam todos.
Chega o próximo.
- Você viu Jesus?
- Sim!
- Aleluia, irmãos!
O próximo da fila é um sujeito caindo de bêbado.
O pastor afunda a cabeça dele dentro do tonel e pergunta:
- Você viu Jesus?
- Não, senhor!
O pastor afunda novamente a cabeça dele.
- Você viu Jesus?
- Não, senhor!
Irritado, o pastor repete o ritual.
- Você viu Jesus?
E o bêbado:
- Tem certeza que ele caiu aí dentro?
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Tapando o Nariz
O bêbado chegava todo dia no boteco, pedia uma pinga, tapava o nariz e tomava tudo num só gole.
Um dia, o balconista não se conteve:
- Escuta aqui, ô cara! Por que você tapa o nariz enquanto bebe?
E o bêbado:
- É que o cheiro da pinga me dá água na boca... e eu gosto dela é pura!
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Putz!
Dois bêbados conversavam num boteco quando, a certa altura da madrugada, o primeiro propõe:
- Que tal irmos para um puteiro?
- Boa idéia responde o segundo e ao dar mais um passo em direção do companheiro, cai e se esborracha no chão.
Ao ver o lamentável estado do amigo, conclui que ele jamais terá forças para fazer sexo
com uma mulher e decide levá-lo para sua própria casa.
Ao bater à porta, são atendidos por uma mulher velha e mal-encarada.
- Que puta mais feia! comenta o segundo bêbado.
- Essa é a minha mãe! diz o primeiro, sem-graça.
- Aaaahh!!! Então eu vou comer só por consideração.
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Afogando as Mágoas
- Por que é que você bebe?
- Para afogar as mágoas!
- E resolve?
- Que nada! Elas aprenderam a nadar!
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A Garrafa Quebrada
O bêbado ia subindo uma ladeira, firmemente agarrado à sua inseparável garrafa
de cachaça, quando tropeça e leva o maior tombo.
Refeito do susto, sente algo molhado debaixo da camisa:
- Ai, meu Deus! lamenta-se. Tomara que seja sangue!
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
No médico
O médico para o paciente:
- Não consigo encontrar o motivo das suas dores, meu caro. Só pode ser por causa da bebida.
- Não tem importância, doutor! Eu volto outro dia que o senhor estiver sóbrio!
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Velório de Bêbado
O Zeca morreu de tanto beber cachaça. Dois amigos, bêbados de cair, se encontram no velório:
- Puxa, você viu a cara do Zeca? Está com uma aparência horrível!
- Também pudera! diz o outro. Já faz dois dias que ele não bebe!
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Continue Lendo... ››

DESENCANTO - Manuel Bandeira

Eu faço versos como quem chora
De desalento... de desencanto...
Fecha o meu livro, se por agora
Não tens motivo nenhum de pranto.

Meu verso é sangue. Volúpia ardente...
Tristeza esparsa... remorso vão...
Dói-me nas veias. Amargo e quente,
Cai, gota a gota, do coração.

E nestes versos de angústia rouca,
Assim dos lábios a vida corre,
Deixando um acre sabor na boca.
- Eu faço versos como quem morre.


Continue Lendo... ››