Páginas

LÁGRIMAS DE SAUDADE

Contemplando o colorido
deste belo entardecer
penso em você e sinto
um imenso vazio na alma
ao recordar os momentos
que meus olhos refletiam
os raios dourados da felicidade
que contagia o coração de quem ama.

Vago entre as flores

de um jardim perfumado
e tento conter as lágrimas
que brotam em meus olhos
ao recordar os momentos
felizes que juntos
brindávamos ao amor
em prazeres voluptuosos que fundiam
nossos corpos numa só imagem,
num único ser, numa única alma
delirante de amor e perdidamente apaixonada

Por um momento
sinto o frescor da brisa
que chega com o anoitecer
e mergulho num mar de saudades
onde sou arrastado pela força
das águas da implacável solidão
que insiste em manter minha alma
prisioneira de um amor que outrora
dominou todos os meus sentimentos
fazendo-me cantar, chorar, sorrir,
delirar e sonhar com a eterna felicidade.

Imerso em meus pensamentos
vejo teu rosto emoldurado
pela luz prateada do luar
e corro ao teu encontro.

Um soluço corta os meus pensamentos
quando tropeço nas pedras da desilusão
e percebo, enfim,
que você foi os raios de sol
que um dia aqueceram a minha alma,
deixando apenas sonhos de amor
e lágrimas de saudades

P0108.2007.07

Copyright © 2007 by Magno R Almeida